Google Translator - choose your language

10 de junho de 2013

azulejos e adornos cerâmicos na arquitetura da Recife antiga (I)

Infelizmente não estou com muito tempo para fazer uma postagem como gosto de fazer, comentando as fotos que publico, trazendo um pouco de história, comparando o material encontrado na cidade com o de outros países, mas terá de ser assim: as fotos falarão por si mesmas. E nos comentários, vamos aos poucos desenvolvendo o assunto, se assim os frequentadores deste blog desejarem.































2 comentários:

  1. Que vontade de visitar o Recife.

    As alegorias das virtudes teologais parecem ser da Fábrica das Devezas. Os azulejos da 13 e 14 ªs fotos a contar do fim são indiscutivelmente portugueses. Os restantes parecem também cá da terra, mas não estou tão seguro. Talvez seja a luz que lhes deia um ar muito lisboeta.

    De Lisboa, com amizade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu poderia dizer que o Recife é lindo (até é), mas prefiro dizer que o Recife tem um potencial ABSURDO para ser uma das cidades mais lindas do mundo. Mas o que acontece agora é o movimento oposto! O que eles tem de melhor está sendo cada vez mais abandonado, e só estão interessados em construir monstros de 30 ou 40 andares, devastando tudo no caminho: patromônio ou natureza.
      Isto dito, vamos aos azulejos. Há tanto mais, Luis! Mas não tive tempo ou oportunidade de fotografar. Vi muito coisa de dentro de carro ou ônibus. E a grande massa é mesmo portuguesa. Fora os ornatos de faiança, que são sem dúvida todos portugueses. Há alguma coisinha francesa, e alguns suspeitos de possível origem holandesa, mas vai saber se não são destes padrões fabricados em mais de um país?
      abraços!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...