Google Translator - choose your language

2 de julho de 2009

visita à fábrica da Porcelana Schmidt - unidade Mauá


No dia 25 de junho passado fiz um programa que foi de grande importância para minha pesquisa: uma visita à fábrica da Porcelana Schmidt - unidade Mauá.



Já há alguns meses que tenho sido bastante ajudado pela Porcelana Schmidt em minha pesquisa sobre as fábricas Real, Schmidt e Steatita, através do jovem Victor Schmidt, representante da nova geração da família, que faz parte da história da louça de mesa no Brasil desde 1929, quando Fritz Erwin Schmidt foi para a Alemanha estudar para se tornar ceramista, que desde a sua volta, em 1933, esteve à frente da fundação e/ou desenvolvimento e administração de diversas fábricas de louça brasileiras: Staudacher, Schmidt & Cia - Cerâmica Kaolinite; Porcelana Mauá; Porcelana Real; Porcelana Schmidt; Polovi.


página de catálogo da Schmidt, déc. 1960

Victor Schmidt já havia me enviado vários exemplos do material histórico que ele está reunido do acervo das 3 unidades da fábrica, como algumas páginas de catálogos da Real, algumas páginas de um álbum de decalques usados pela Real, propagandas, etc. Porém, devido ao volume deste material (para se ter uma idéia, apenas um dos catálogos da Real possui mais de 100 páginas!), seria impossível esperar que ele pudesse me enviar TODO o material.


página de um antigo álbum de decalques usados pela Real

Então, finalmente fui à unidade Mauá da Porcelana Schmidt, e além de trazer de volta comigo mais de 750 imagens, num total de 2 Gb (!!!), em imagens de diversos catálogos e materiais similares, tive ainda o imenso prazer de passar um dia inteiro conhecendo a fábrica e seus funcionários, sempre tendo como guia do "tour" Victor Schmidt, muito simpático, atencioso, e bem informado sobre a história e os processos de produção da Schmidt.


página de catálogo da Steatita, déc. 1970

Logo ao chegar, conheci o pequeno e simpático museu da fábrica, com peças principalmente da Porcelana Real, que lá funcionava até 1993, quando as três marcas foram unificadas no nome SCHMIDT.


algumas peças do museu da Schmidt

Em seguida ao museu, conheci o ENORME e muito bem montado show-room da empresa. Impossível ficar indiferente a TANTA porcelana em exposição num mesmo local! Quem me dera um espaço destes, amplo, bem aparelhado e bem iluminado para poder exibir a minha coleção particular!!!




vários aspectos o show-room da Schmidt

Tenho certeza que muitos negócios são fechados ali, justamente pela beleza da apresentação dos jogos e peças avulsas, em mesas e arranjos sempre muito sugestivos do potencial ornamental e funcional de cada jogo/peça.

Daí foi a vez de dar um "giro" pela fábrica, que em Mauá se ocupa da decoração, embalagem, distribuição e exportação da produção.


Setor onde se organiza a louça branca, que vem da unidade Campo Largo, para ser decorada e depois encaminhada para embalagem


Setor de impressão de decalques; em destaque, a imensa impressora automática de decalques através de serigrafia


Setor de aplicação de decalques

Por fim, deixo aqui meu agradecimento à Porcelana Schmidt, e em particular à Victor Schmidt, um cara muito bacana e generoso, que me permitiu ter acesso a um valioso material documental, sem o qual a minha pesquisa perderia muito do brilho e densidade que poderá agora contar nos capítulos sobre as marcas Schmidt, Real e Steatita.

9 comentários:

  1. Fiquei exultante quando soube de sua viagem. Que aventura maravilhosa!!!

    ResponderExcluir
  2. e um patrimmonio historico.. coisa linda ..

    ResponderExcluir
  3. Anônimo2/2/11 09:58

    Como você é apaixonado por cerâmica Branca! gostaria de saber a sua opinião a respeito da área de atuação de um desing de superficie ou até de desenvolvimento de peças para louça de mesa, gostaria de saber se á campo de atuação e facilidade de entrar neste mercado?

    Obrigada

    Fernanda Silva

    ResponderExcluir
  4. Olá Fernanda,
    Não tenho nenhuma preferência por louça branca. Na verdade gosto mais das decoradas.
    Quanto a atuação de um designer em projetos de louça de mesa, infelizmente não tenho como contribuir, pois não é minha área de atuação. Acho que seria interessante você procurar alguém que já atue em alguma fábrica fazendo isso.
    Boa sorte e sucesso!
    Fábio

    ResponderExcluir
  5. Bom dia Fabio, assim como vc sou admiradora de porcelanas de bom gosto com otimo acabamento e que traga prazer ao servir um simples almoço , como um belo café da tarde. Gosto tbem das mais decoradas com requinte de detalhes. Ótima matéria.

    Beijinhos
    Cacilda, Mauá

    ResponderExcluir
  6. boa tarde gostaria muito de valores de pratos rasos de porcelana branca pra restaurante buffet. preciso de grande quantidade, por isso gostaria de comprar direto da fabrica. grato clayton

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caros,
      Houve um engano de vocês; isto aqui não é um site comercial.
      abraços

      Excluir
  7. Olá, gostaria de realizar uma compra para os salões de festa do condomínio onde moro. Quero comprar direto da fábrica pois temos CNPJ e queremos bons preços. Como faço para ver o catálogo de modelos de louça.
    Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro,
      Houve um engano da sua parte; isto aqui não é um site comercial.
      abraços

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...