Google Translator - choose your language

22 de janeiro de 2011

Yee Sookyung

Yee Sookyung
Seul, Coréia, 1963







Translated Vase, 2006-7, 210 x 120 x 95 cm


O trabalho em porcelana quebrada e colada da artista coreana Sookyung Yee, 47 joga com os múltiplos significados do termo coreano "Geum", que significa tanto "ouro" e "fenda" - o artista escolhe ouro, um material tradicionalmente utilizado na reparação de porcelana, para montar as peças.

O trabalho foi inspirado em um poema do coreano Kim Sangok, Ceramic White Lady (1946), para os quais a porcelana é um objeto perfeito e refinado. A beleza insuperável da porcelana branca Chosun desempenha um papel fundamental no imaginário da Coreia: era uma das causas da invasão japonesa, no século XVI, durante a qual mestres ceramistas coreanos foram forçados a emigrar para o Japão para exercer a sua arte.

texto de Alexia Guggémos
fonte: http://www.paperblog.fr/1296965/sookyung-yee-une-uvre-a-tout-casser/


Translated vase, 2007, 53 x 42 x 60 cm



2009



2009



2009



2009


meus agradecimentos ao Luís Montalvão por me apresentar o trabalho desta artista.

3 comentários:

  1. Caro Fábio

    Eu é que lhe agradeço por me ter mostrado a restante obra desta artista sul coreana de nome impronunciável. Só conhecia a instalação que ela apresentou em 2008, aqui Lisboa. Julgo mesmo que cheguei a ser apresentado à referida Senhora, Mas provavelmente só lhe terei dito umas larachas em inglês, pois é dificil transmitir o que nos vai pela alma noutra língua, quando vemos uma obra tão arrebatadora.

    Eu que me aborreço com a maioria da arte contemporânea fico fascinado com as coisas feitas por esta mulher, que nasceu no mesmo ano que eu. Parece que cada uma das obras dela recria e transforma toda a grande tradição oriental da arte da porcelana.

    Abraços

    Luís

    ResponderExcluir
  2. Olá Luis,
    Eu também gostei muito do trabalho dela, mesmo que apenas por fotos, e mesmo sendo muito parecido com o do Jorge Barrão.
    E o achei ainda mais relevante e pertinente depois de ler sobre as invasões japonesas na Coreia justamente por causa da porcelana que eles produziam, o sequestro dos mestres e artesãos e tudo mais.

    ResponderExcluir
  3. De facto o segredo do fabrico porcelana foi dos bem guardados e disputados de toda a história mundial.

    E tem muita graça a obra dela fazer alusão a esse segredo e a esse episódio terrível dos mestres ceramistas coreanos terem sido obrigados a partir para o Japão.

    Abraços

    Luís

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...