Google Translator - choose your language

28 de julho de 2010

Campo Largo homenageia profissionais no Dia do Ceramista

por: Paula Santos
13/10/2009
http://site.campolargo.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=48

Campo Largo esteve em festa e comemorou um dia importante nesta semana. Dia 13 de outubro é o dia do Ceramista, e por isto, o Prefeito Municipal Edson Basso, juntamente com personalidades da cidade, fez a entrega de placas em agradecimento a Alberto Augusto, João Teixeira Portela e Silvia Ferreira da Silva que, para a então considerada Capital Nacional da Louça, foi um prestígio homenagear àqueles que dedicaram parte do seu tempo a construir a história do município.

Durante anos a economia de Campo Largo foi baseada nas arrecadações que as empresas ceramistas obtinham, e cada uma destas três pessoas esteve presente nestes dados. O mais antigo caso de dedicação é de Alberto Augusto. Este senhor de 88 anos é um dos dois homens vivos do município que integraram a força Expedicionária durante a Segunda Guerra Mundial. Ele ficou dois anos na reserva e um ano na guerra como soldado atirador. “Quando eu fiz 24 anos já tinha disparado mais de três mil tiros”, comenta o Expedicionário. Em 1945 voltou para Campo Largo e trabalhou por sete anos na Cerâmica Aurora. Foi então, em 1953, que, juntamente com seu irmão, criou a Cerâmica Rio Branco. A empresa começou produzindo 85 tipos de produtos e contava com um quadro de 25 funcionários. Há nove anos a fábrica fechou, porém ele ainda possui todo o maquinário que apesar de ser antigo, permanece novo. “É incrível como a história de Campo Largo tem haver com cerâmica. E comemorar este dia é fundamental para a valorização deste trabalho no município”, diz Basso.

Alberto e sua família foram recebidos na sala de reuniões do gabinete do Prefeito, onde ele ficou muito emocionado com a homenagem. “Estou muito feliz. Já recebi várias placas assim, mas toda vez fico muito alegre com isso”, afirma Augusto.

Com mais de 41 anos de tempo de serviço, a funcionária Silvia Ferreira da Silva serve de exemplo aos colegas de trabalho. Ela exerce a função de decalcadeira e, de acordo com a Germer Porcelanas Finas S/A, fábrica que trabalha, em todo esse tempo revelou ser uma colaboradora assídua, que tem compromissos com a empresa e cumpre com suas obrigações. E por último, mas não menos importante, o funcionário mais antigo da fábrica Porcelana Schimidt, João Teixeira Portela que desde 1974 presta serviço à empresa.

João entrou com 14 anos como aprendiz, na função de estampador de torno manual. Aos 18 anos passou a ser ceramista em geral. Aprendendo com o tempo e progredindo cada vez mais, em 1994 começou a operar máquinas, até exercer o cargo de auxiliar de encarregado, no qual permanece até os dias de hoje. Hoje, ao receber a placa, ele agradece a homenagem prestada. “Criei meus filhos com o trabalho que exerci aqui, graças à empresa. Me sinto orgulhoso e apesar das crises que aconteceram eu continuo trabalhando. Isso mostra que sou um bom funcionário e enquanto eu puder estarei aqui, lutando”, ressalta Portela.

Para o Presidente do Sindicato Municipal Paulo Andrade, este dia é de extrema importância, pois destaca a grande estimação que a porcelana possui dentro da cidade. “Temos que valorizar não só o ceramista neste dia como também Campo Largo, que recebe honrosamente o título de Capital da Louça”, comenta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...